Pode porventura o cego guiar o cego?

 

escrito Por Flávia Grégio

 

 

Tenho percebidos “alguns” ministros de crianças que é notório que tem uma mágoa ou machucado enorme no coração. São pessoas que pregam, ou melhor, tentam pregar algo que não vive.

Sempre digo aos meus alunos: Você não pode levar as crianças em um lugar onde nunca foi não pode pregar o que não vive, não pode ministrar cura se você está machucado, não pode querer que a criança tenha um contato com Deus  se você mesmo não teve um real encontro do Cristo.

Para trabalhar com o ministério infantil não basta fazer uma ótima faculdade, ter diversos cursos e materiais atraentes e caros. Precisa ter experiência com Deus!

Imagine você convidar alguém para viajar , sendo que você não sabe qual é o caminho e nem sabe como chegar ao lugar de destino. É exatamente dessa forma quando um ministro de crianças que não teve regeneração tenta fazer com a criança; ele quer levar a crianças á um lugar que nunca foi.

Em Provérbios 22.6, que é muito conhecido, nos diz que devemos instruir o menino no caminho em que deve andar. Ou seja, instruir o caminho é diferente de instruir no caminho.

Quando você instrui uma criança no caminho, é sinal que você anda com ela, você não só indica, mas caminha junto.

Mas esse caminhar não é descobrir junto com a criança. É pegar na mão da criança e leva-la  para se encontrar com Jesus. Por isso tamanha a importância de primeiro você chegar á Jesus e só depois levar os pequeninos.

No capítulo 15 de Mateus, Jesus nos lembra que o profeta Isaías profetizou a respeito do povo que honra com os lábios, mas o coração estava longe dEle, e o próprio Jesus afirma que esse tipo de pessoa são cegos. Como pode um cego guiar outro cego? Jesus nos ensina que quando um cego guia outro cego, ambos cairão no barranco/abismo.

Como uma pessoa que ainda vive na escuridão do pecado, que não teve regeneração quer levar a outra? Mais uma vez eu repito: Não se pode levar a criança num lugar que você nunca esteve.

 

Por isso, querido. Antes de caminhar com as crianças, peça ao senhor que cure sua visão.