História pode mudar a história da criança

 

 

 

“Histórias podem mudar a história de uma criança”

 
 
 Helena Ferreira
 

 

Como recurso psicopedagógico a história abre espaço para a alegria e o prazer de ler, compreender, interpretar, produzir textos e conhecer a si próprio – desejos, direitos e deveres - e à realidade do mundo em que vivemos.

O momento da leitura é um momento mágico, faz a criança viajar, criar um mundo novo.

A criança precisa deste momento, é importante para ela.

As histórias formam o gosto pela leitura.

Quando a criança aprende o gosto pelas histórias contadas ou lidas, ela adquire o impulso inicial para ser um futuro leitor.

As histórias são recursos poderosos para a estimulação do desenvolvimento psicológico e moral da criança em seu crescimento. Enriquece o vocabulário, desenvolve a linguagem e o pensamento.

Através das histórias as crianças estimulam e desenvolvem a atenção, a imaginação, a observação, reflexão e escrita.

Nos últimos anos, a arte de contar histórias vem sendo retomada não apenas por terapeutas e educadores, mas por pessoas de todas as formações, de várias camadas da sociedade, que se reúnem para partilhar sabedoria, afeto e energia através das narrativas.

Contar histórias não é um ato apenas intelectual, mas espiritual e afetivo. Por isso, as melhores histórias são as que contamos espontaneamente, a partir do que carregamos em nossa bagagem de cultura e de experiência de vida. Independente de qualquer sentido, contar histórias pressupõe antes de tudo a vontade de falar do que se sabe, de doar sabedoria e conhecimento, de passar adiante aquilo que se aprendeu. O contato do contador de histórias e o público ou vice-versa é um momento de intenso prazer. Não precisa especificamente de um cenário para contar histórias, mas deve ser um local aconchegante, silencioso e um simples adereço ou gesto fazem a história ser especial, pois a atenção do ouvinte estará voltada para o contador que detém naquele momento todos os poderes para fazer a história significativa ou não.

A contação de histórias é uma ferramenta que incentiva a criança, desde cedo a ler outros livros. Contar uma história para a criança é possibilitar novas experiências, diante dos obstáculos que aparecem em seu caminho. A proposta das contações de histórias, deve também ser utilizada como atividade na biblioteca conservando a tradição oral e contribuindo na formação da criança. Estimulá-la ao prazer diante da leitura, por meio dos contos tradicionais, de fadas e maravilhosos e com certeza a biblioteca da escola passará a ser o melhor e mais desejado espaço de aprendizagem e de sonhos.