Fadas e Piratas Pregando ?

Escrito por Flávia Grégio

Umas das técnicas para Pregação/ Contação de Histórias Bíblica que mais amo é a caracterização de personagens. Tanto que criei, aliás, Deus criou e me deu de presente, que foram: a Gigi, Enfermeira, Detetive, Cozinheira, Jogador de Futebol, Guarda de Transito, além de usar macacão colorido.

Uso e incentivo muito nas aulas que ministro de contação de história que devemos ' dar vida ao Livro da Vida", pois temos que fazer para Deus com excelência.

 No entanto, tenho observado que algumas pessoas que não participam das aulas, tem feitos caracterizações um pouco ou totalmente "estranhas" para pregação da Palavra de Deus.

Criar personagem não é simplesmente criar . A personagem tem que ser feita com um proposito, com uma visão.E esta visão, tem que vim de Deus, o dono da criatividade.

     O contador de História Biblicas/ Pregador precisa de VISAO ESPIRITUAL para iniciar com caracterização e até para colocar nome na personagem.

Temos visto em orkut, facebook e blogs pregações em igrejas que não tem ÊSSENCIA, VISAO DE DEUS para caracterização.

Pessoas se caracterizando de Chapolim Colorado, Super-homem, Chaves, Pirata, fada (lembrando que mulher que veste de boborleta vira fada), Branca de Neve, Cinderela e outros. Sem falar em nomes de personagens que sem perceber fazem apologia á pedofilia, e que vão ministrar para crianças com roupas curtas e sensuais, decotes enormes, pinturas exageradas,danças sensuais, plumas e exageros terrívei que acabam ridicularizando (ridículo: 1. Digno de riso zombeteiro; merecedor de escárnio.2. Insignificante; que tem pouco valor.) o Ministério com Crianças.

Quando você deseja criar uma personagem, pergunte á Deus primeiro.

Existem três perguntas indispensaveis que você precisa a fazer a Deus antes dessa "criação" (porque eu acredito que isso tem que ser gerado primeiro no coração de Deus, e Ele quem tem que colocar no seu)

1. Pra que essa personagem/ caracterização?

2.Por que surgir essa personagem/ caracterização?

3. Por que ela tem esse nome?

 

E quando você quiser se caracterizar ( uma personagem que já existe), procure saber a essência, a historia da persongem. Por exemplo:

 

 Pirata (do grego πειρατής, derivado de πειράω "tentar, assaltar", pelo latim e italiano pirata) é um marginal que, de forma autônoma ou organizado em grupos, cruza os mares só com o fito de promover saques e pilhagem a navios e a cidades para obter riquezas e poder

O primeiro a usar o termo pirata para descrever aqueles que pilhavam os navios e cidades costeiras foi Homero, na Grécia antiga, na sua Odisseia.

Os piratas são aqueles que pilham no mar por conta própria, embora hoje em dia este termo já seja aplicado a qualquer pessoa que viola alguma coisa (como por exemplo os piratas do ar ou os piratas informáticos).

Eles navegavam nas rotas comerciais com o objetivo de apoderarem-se das riquezas alheias, que pertencessem a mercadores, navios do estado ou povoações e mesmo cidades costeiras, capturando tudo o que tivesse valor (desde metais e pedras preciosas a bens) e fazendo reféns, para extorquir resgates. Normalmente esses reféns eram as pessoas mais importantes e ricas para que, assim, o pedido de resgate pudesse ser mais elevado.

 

bruxas" em tal condição; embora as bruxas "reais" sejam usualmente retratadas como megeras, nem sempre os contos descrevem fadas "do mal" como desprovidas de sua estonteante belezaFada:  A palavra portuguesa "fada" vem do latim fatum (destino, fatalidade, fado etc) Fadas são entidades ( um ser sobrenatural no candomblé ,umbanda e no espiritismo) fantásticas, características do folclore europeu ocidental. Apresentam-se como mulheres de grande beleza, imortais e dotadas de poderes sobrenaturais, capazes de interferir na vida dos mortais em situações-limite. As fadas também podem ser diabólicas, sendo corriqueiramente denominadas "

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 

 

Cuidado, caracterização e criação de personagens  para Pregação da Palavra ou para ser usado nas igrejas é algo muito importante.

Precisa ser dado por Deus, e não " criado por criar", com nenhum objtivo ou com objetivo de entreterimento.

Se Deus não colocou no seu coração, não o faça!

Lembre- se no que diz a Palavra:

" O coração do homem planeja o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos." (Provérbios 16:9  )